Matérias correlatas
  • Brasil
  •  
    A Vinícola Pericó, de Santa Catarina, anuncia o lançamento do primeiro ICEWINE brasileiro. É realmente uma notícia inusitada para um país tropical como o nosso. Com grande expectativa nós, os enófilos, aguardaremos por essa inédita iniciativa.

    Vejam só o comunicado oficial da vinícola:

    Com prazer informamos que a equipe Pericó registrou ontem (dia 04/06) em seus vinhedos, localizados na fazenda Menino Deus, Distrito do Pericó em São Joaquim – SC, um fenômeno da natureza, o mais esperado desta época: o gelo. As temperaturas caíram bem abaixo de zero e os termômetros marcaram –7,5 ºC. Um sonho se tornou realidade: a colheita das uvas congeladas por este ato tão maravilhoso da natureza, a 1300 m.s.n.m.

    Com isto, a Vinícola Pericó, será a 1ª do Brasil a elaborar o ICEWINE (Vinho do Gelo), um vinho licoroso natural, com elevada quantidade de açúcar residual da própria uva.

    O processo de elaboração do Icewine, consiste em colher as uvas perfeitamente maduras e com temperatura inferior a -6 ºC, nessa condição, a água que se encontra no interior das bagas das uvas congela e o gelo é separado do suco rico em açúcar pelo processo de prensagem das uvas, ficando retido dentro da prensa pneumática juntamente com a casca, com as sementes e com o engaço.

    O mosto de uva rico em açúcares é então fermentado a 10 ºC, por 60 dias, posteriormente será estabilizado e colocado em barricas novas de carvalho francês, floresta Allier.

    Após vinificado teremos o prazer de apresentar este grande e único ICEWINE BRASILEIRO, assim como acontece na Áustria, Alemanha, norte da Itália e Canadá.
     
    Comentários
    Paulo Oliveira
    Enófilo
    Florianópolis
    SC
    19/06/2009 É uma ótima notícia... mas e a qualidade? será um grande ICEWINE, ou é uma tentativa de marketing... uma vez que obter o 1° ICEWINE brasileiro parece que se tornou uma obsessão das nossas vinícolas!
    Leandro Rocha
    Wine & Co.
    Rio de Janeiro
    RJ
    19/06/2009 Tive o prazer de degustar um icewine Austríaco da Região de Gunpoltsicken a 45min de Viena, é realmente um néctar dos deuses.

    Será que vamos competir?? Estou curioso.
    Luciano Neto
    Enólogo
    Porto Alegre
    RS
    19/06/2009 Oscar,

    Eles não divulgaram a casta?

    Luciano, não divulgaram, não. Mas no site deles tem várias fotos de uvas congeladas e todas elas são tintas. Eu não consigo identificar a casta, mas talvez você reconheça.

    Abraços, Oscar
    Eder Heck
    Sommelier Mr. Lam
    Rio de Janeiro
    RJ
    19/06/2009 Oscar,

    Muitas boas surpresas ainda podemos esperar desta região, Santa Catarina esta se firmando, produzindo cada vez mais qualidade do que quantidade. Icewine é algo diferente, os espumantes são ótimos e espero os brancos elaborados com a Chardonnay.

    abs e Saúde
    Luiz Marcio Malzone
    Apreciador de vinhos
    Rio de Janeiro
    RJ
    19/06/2009 Caro Oscar

    Acessei o site da empresa e também não consta a informação sobre a casta, ainda que haja uma página especificamente sobre o Icewine. Eles possuem plantações de Cabernet Sauvignon, Pinot Noir e Merlot. Pela foto, poderíamos "chutar" Pinot Noir? Ou a falta de informação é proposital e o vinho seria um corte? Mas as três castas atingiriam o mesmo ponto ao mesmo tempo? Acho difícil. Fica a pergunta.

    Abraços
    Malzone
    Cesar Galvão
    Rio de Janeiro
    RJ
    19/06/2009 Oscar,

    Este icewine está sendo elaborado a partir de Cabernet Sauvignon, que é a uva majoritária nos vinhedos da Pericó.

    A nós, enófilos, resta uma grande expectativa em relação ao que resultará desta experiência. Muitos poderão ficar surpresos com um icewine de Cabernet, uma vez que a esmagadora maioria de icewines no mundo vem de uvas brancas, mas, lembro que provei, nos USA, um fantástico icewine de Cabernet Franc da canadense Inniskillin. Então, p q não podemos tb?

    Abraços,
    Cesar
    Carlos Teles
    Niterói
    RJ
    19/06/2009 No mínimo bateremos recorde de teor alcoólico, já que os outros paises produtores não conseguem atingir mais de 11º.
    Cesar Galvão
    Rio de Janeiro
    RJ
    19/06/2009 Oscar e amigos,

    Posto algumas informações sobre o icewine, de acordo com o enólogo da casa Jefferson Sancineto, e que me foram gentilmente disponibilizadas pela simpática Daiane Martins, tb funcionária da Pericó.

    A colheita foi feita em duas etapas: a primeira no dia 4 de junho de 2009 entre 6 e 7h20min, a segunda no dia 12 de junho entre 5,50 e 7,15h. A temperatura da colheita ficou entre -7,5 e -6C, permitindo que a água dentro das uvas congelasse, sendo interrompida antes do nascer do sol.

    No momento da prensagem, separando a água congelada e do suco riquíssimo em açúcar, o mesmo estava a -4°C.

    Após 60 dias de fermentação do mosto, o vinho estagiará em barricas de carvalho Allier. Depois, será estabilizado, filtrado e engarrafado.

    Terroir da Fazenda Menino Deus: Apresenta uma amplitude térmica elevada (entre 15 e 18 C), os vinhedos estão situados em uma altitude de 1.300 metros sobre o nível do mar, apresenta uma insolação elevadíssima em virtude da altitude e da ausência de poluição. Temos em média 1870 horas de frio abaixo de 10 C durante o outono e o inverno. Os vinhedos não apresentam sistema de irrigação, uma vez que os solos são profundos, com ótima drenagem. O pH dos vinhedos está entre 6,9 e 7,1 (foram feitos durante 2 anos 4 calagens a profundidade de 80 cm). As chuvas são regulares e bem distribuidas durante a maior parte do ciclo vegetativo, após a mudança de cor das uvas tintas, as chuvas diminuiem drasticamente e na maior parte dos casos se observa estresse hídrico.

    A previsão de lançamento do Icewine Pericó é Setembro/Outubro de 2010, dependendo do estágio em barricas.

    Abraços,
    Cesar

    Só faltou confirmar se a casta é mesmo Cabernet Sauvignon...

    Oscar
    Roberto Cheferrino
    Rio de Janeiro
    RJ
    20/06/2009
    Cesar Galvão
    Rio de Janeiro
    RJ
    20/06/2009 Oscar!

    Eu afirmei que a casta é Cabernet Sauvignon no post anterior, pois já tinha conversado com a Daiane antes que ela me mandasse outras informações complementares e fotos.

    Abraços,
    Cesar

    Desculpe, eu achei que aquilo era só uma opinião.

    Oscar
    Carlos Reis
    Rio de Janeiro
    RJ
    24/06/2009 Desculpe-me meu desconhecimento, mas não sabia que o Ice Wine era feito também com uvas tintas. Salvo uma experiência na Argentina da qual tive notícia, realmente desconhecia. Achei que era só com as brancas, normalmente a Riesling.

    Carlos Reis

    IceWine não é uma marca. É um método de produção. Os grandes países produtores, Alemanha, Áustria e Canadá, realmente só usam uvas brancas. Houve um acordo entre esses 3 países de forma a definir que apenas uvas congeladas naturalmente seriam utilizadas e o vinho resultante chamado de IceWine (ou EisWein).

    Mas não tenho conhecimento de registro de marca. Portanto, qualquer país pode produzir esse vinho com as uvas que quiser e até mesmo congelá-las em freezers.

    Oscar
    Carlos Reis
    Rio de Janeiro
    RJ
    26/06/2009 Oscar,

    Sei que não é uma marca, mas um tipo de vinho de sobremesa, com uma técnica específica. O que disse é que não sabia que se fazia Eiswein com uvas tintas, pois só conhecia com uvas brancas, em especial os da Aústria, Alemanha, Canadá, Estados Unidos e Itália (norte). Agora já sei que em geral é feito com uvas brancas e que o Brasil inovou.

    Carlos Reis
    Rodrigo Moura
    Sommelier Salitre
    Rio de Janeiro
    RJ
    27/06/2009 EXCELENTE NOTÍCIA, NÃO VEJO A HORA DE DEGUSTAR ESSA NOVIDADE.

    PARABÉNS A PERICÓ E AO ENOEVENTOS POR NOS PROPORCIONAR ESSA INFORMAÇÃO.

    ABRAÇO.
    EnoEventos - Oscar Daudt - (21)9636-8643 - odaudt@enoeventos.com.br