Matérias correlatas
Espanha
Casa Flora

Cava na veia

Por mais de 125 anos, a Gramona, vinícola familiar espanhola, localizada na região de Penedés vem produzindo Cavas, o espumante espanhol, com a preocupação da qualidade e não do volume. Com uma carteira de 29 rótulos, surpreendentemente, nenhum deles é tinto. Apenas Cavas, vinhos brancos e vinhos de sobremesa. A adega deles deve ser o lugar ideal para se passar o verão!

E como que para anunciar a chegada da estação mais típica carioca, a Casa Flora convidou para um almoço de lançamento desses espumantes aqui no Brasil. E o que melhor para harmonizar com cavas do que os deliciosos frutos do mar do Satyricon, de Ipanema? Com a presença de Ana López Lidon, gerente de exportação da vinícola, passamos algumas horas comendo e bebendo do bom e do melhor. Que almoção!

Da extensa linha de Cavas - são 9 rótulos - tivemos a oportunidade de degustar os 3 espumantes que a Casa Flora começa agora a importar, o que já foi suficiente para dar uma boa idéia do quadro geral da esmerada produção que a Gramona nos oferece. Todos eles são elaborados pelo método tradicional, a remouage é feita manualmente e o degorgement também é igualmente manual. O licor de expedição utilizado é na verdade um vinho armazenado em um sistema de soleras com mais de 100 anos. E para coroar esse processo de qualidade, os vinhos são longamente envelhecidos em garrafas. O mais simples dos 3 que provamos descansa por 18 meses, o segundo por 48 meses e o top repousa por pacientes 60 meses.

Não poderia dar outra: os vinhos são excepcionais. Iniciamos com o Gramona Allegro, um corte de Chardonnay, Macabeo e Xarel-lo, que apesar de seus 18 meses, era fresco, com frutas brancas e flores no nariz e uma boca leve, com bela acidez e muita elegância.

O segundo Cava foi o Gramona Imperial Brut Gran Reserva 2005, corte de 50% Xarel-lo, 40% Macabeo e 10% Chardonnay, com impressionantes aromas de pão integral, tostados e frutas secas e uma boca cremosa e intensa. Um verdadeiro olé!

E, finalmente, toureando o Cherne Belle Meunière, chegou o suntuoso Gramona III Lustros Brut Nature Gran Reserva 2003, cortado de 70% Xarel-lo e 30% Macabeo, que recendia a caramelo, nozes e gengibre, com uma boca crocante, saborosa e dramática feito uma tarde de toros nas arenas espanholas.

Oscar Daudt
As cavas
Gramona Allegro Brut Reserva
Castas: Chardonnay, Macabeo e Xarel-lo
Álcool: 12%
Açúcar residual: 3-6g/l
Envelhecimento: 18 meses
Preço (PF): R$71,00
Gramona Imperial Brut Gran Reserva 2005
Castas: 50% Xarel-lo, 40% Macabeo e 10% Chardonnay
Álcool: 12%
Açúcar residual: 10g/l
Envelhecimento: 3-4 anos
Preço (PF): R$113,00
Gramona III Lustros Brut Nature Gran Reserva 2003
Castas: 70% Xarel-lo e 30% Macabeo
Álcool: 12%
Açúcar residual: <3g/l
Envelhecimento: 5 anos
Preço (PF): R$181,00
O almoço harmonizado
Canapés Bolinhos de bacalhau Gran Piatti di Mare Filetti di cernia Belle Meunière
Os frutos do mar do Satyricon
Os participantes
Lucília Farias, da ABS Paulo Nicolay, consultor enogastronômico
Ana López Lidon, gerente de exportação da Gramona Luciana Plaas, crítica de gastronomia Professor Fernando Miranda
Jornalista Bruno Agostini Yann Lesaffre, do Mr. Lam Jornalista Alexandre Lalas Lauro Carvalho, da loja Espaço Di Vino
Sommelier Marcos Lima Joaquim Paz, do Hotel Pestana Cristina Neves, promotora do evento Renata Santos, da Casa Flora
Larissa Wolski, da Casa Flora Juarez, da Casa Flora Ana e Joaquim Cristina e Lalas
Comentários
Rodolfo Chaves
Sommelier da Casa Flora
São Paulo
SP
25/11/2009 Parabéns pelo evento, temos muito o que ganhar com as Cavas Gramona em nosso clientes...
Thiago Torres
Sommelier
São Paulo
SP
25/11/2009 Tive a oportunidade de conhecer esses Cavas e, realmente são fantásticos. Destaque especial para o III Lustros que, não desmerecendo os Cavas, mais parece um grande Champagne. Parabéns para a Casa Flora e para os brasileiros, que agora têm esses excelentes espumantes à disposição.

Gesundheit!
Yann Lesaffre
Mr. Lam
Rio de Janeiro
RJ
27/11/2009 Realmente estava tudo ótimo. E que Cavas!!!!!!

Melhores que graaaande maioria dos proseccos que apareceram por aqui nos últimos muitos anos. Apesar dos preços nem tão em conta, a qualidade vale cada centavo.

Obrigado Ana López, Cristina, Renata, Juarez e Alexandre. Muito Obrigado a Casa Flora pelo convite.
Sérgio Araújo
Mr. Man
Campina Grande
PB
03/12/2009 Parabéns à Casa Flora, especialmente a vc Juarez pelo convite. Espero estar presente no próximo evento.
EnoEventos - Oscar Daudt - (21)9636-8643 - odaudt@enoeventos.com.br