Matérias relacionadas
Casa Flora/Porto a Porto

Nunca houve um evento como esse
Casa Flora e Porto a Porto são duas importadoras que, desde que eu me entendo como consumidor de vinhos, fizeram uma dobradinha operacional e andam lado a lado em praticamente todas as atividades públicas. Cada uma tem sua personalidade jurídica, sua estrutura administrativa e sua carteira de vinhos. Mas como em um novo Tratado de Tordesilhas, dividiram o território em dois e uma delas vende no sul, outra toma conta do sudeste, cada uma oferecendo a carteira de vinhos combinada das duas empresas. Há tanto tempo funciona assim, que acredito que deva estar dando excelentes resultados!

E pela primeira vez, a dupla dinâmica de importadoras decidiu entrar na seara das grandes feiras de vinhos e começou com o pé direito, ou melhor, ambos os pés direitos. Durante uma semana, a caravana rolidei esteve em Porto Alegre, Curitiba, São Paulo e dando seu show final no Rio de Janeiro.

Alguns diferenciais em relação às feiras das demais grandes importadoras chamam a atenção. O primeiro e mais marcante foi a gratuidade. O evento foi planejado para receber apenas clientes e imprensa e, com isso, não havia convites à venda. No entanto, a largueza com que os convites gratuitos foram distribuídos fez com que não se notasse muita diferença de público entre os eventos pagantes e o novo esquema gratuito.

A duração do evento também foi um aspecto positivo, permitindo aos convidados degustar os vinhos sem pressa nem atropelos. Em Porto Alegre, Curitiba e Rio de Janeiro, o evento teve a duração de 6 horas, enquanto que a etapa de São Paulo foi uma maratona de 8 horas de duração.

Para ajudar os convidados a se manterem em pé, a organização não negligenciou. Como consta da carteira das importadoras diversos produtos-gourmet, havia em degustação presuntos e outros fiambres espanhóis, enlatados mexicanos, geléias, mostardas, azeites e muitos e muitos chocolates, que fizeram a alegria dos chocólatras. Chamava a atenção os pratinhos de bacalhau Dias, quentinhos, que circulavam a toda a hora pelo salão - neste caso fazendo a minha alegria. E o buffet do Sofitel, além dos pães, pastinhas, queijos e fiambres usuais, ainda oferecia pratos quentes de macarrão com molhos à escolha, para renovar as energias. E aqueles que achavam que chocolates eram pouco açúcar, ainda contavam com um belíssimo buffet de sobremesas.

Foi um novo padrão de atendimento e cuidados que seria bom que fosse analisado pelas demais importadoras...

Palestras exclusivas
Afora a exposição normal de vinhos e produtos gourmet, a feira ainda ofereceu aos convidados a oportunidade de participar de 4 exclusivas palestras:

  • Denis Dubourdieu: um dos mais respeitados enólogos do mundo e considerado o "mago do vinho branco";
  • Fabrice Rosset: atual presidente das Champagnes Deutz e ex-presidente da Adriano Ramos Pinto, é uma figura cativante, com o qual eu já tive a oportunidade de assistir a uma saborosa apresentação;
  • Juan Teixeira: enólogo e administrador da Justino Henriques & Filhos, maior produtor de vinho da Madeira, fundada em 1870;
  • Roland Villard: chef-geral da rede Sofitel, proferiu a palestra que optei por assistir, falando sobre a harmonização de queijos e vinhos e voltando milênios atrás para contar a história do queijo. E, como não poderia deixar de ser, apresentando exemplos de harmonizações acompanhadas de pães especiais feitos na própria cozinha do hotel.

    Vinhos excepcionais
    Muitos eram os estandes dos produtores de vinhos - mais específicamente 29 - que, somados às 8 mesas de produtos-gourmet entretinham os convidados. Provei com toda a calma e atenção muitos e muitos vinhos, mas os que mais me deliciaram foram:

  • Champagnes Deutz: uma extensa linha toda ela de muita qualidade;
  • No estande da Cava Gramona, o excepcional Cava Gran Reserva Brut 2001 era admirável com seus 9 anos de repouso. Não hesitei em escolhê-lo como o melhor vinho da feira! Mas não esperem nenhuma barganha, pois na Internet ele é encontrado por 353 reais;
  • Denis Dubourdieu Clos Floridene Graves 2007: elegantíssimo branco, elaborado pela mão de um mago (R$96,56);
  • Camigliano Gamal Vermentino 2009: bela acidez e bom corpo, por um preço mais adequado a nossas carteiras (R$50,43);
  • Cims de Porrera: uma deliciosa linha de Prioratos para todos os bolsos: desde o mais em conta GR-174 Casa Gran del Siurana 2008 (R$56,58) até o porradão Cims de Porrera Clàssics 2005, um Priorato com tudo o que essa região tem a oferecer, inclusive os altos preços: R$276,75;
  • Fernando de Castilla Oloroso, um jerez seco, de 30 anos, com deliciosos aromas balsâmicos e de damascos (R$119,31 - 500ml), foi o merecido gran finale para uma festa inesquecível!

    Oscar Daudt
  • Os vinhos
    Deutz
    Champagne Deutz Blanc de Blancs 2004 Champagne Deutz Brut Classique Champagne Cuvée William Deutz Brut 1998
    Gramona
    Cava Gran Reserva Argent Cava Gran Reserva Brut 2001 Ana López Lidon
    Denis Dubourdieu
    Château Reynon Sauvignon Blanc 2009 Clos Floridene Graves 2007 Tietando o "Mago dos Brancos", Denis Dubourdieu
    Fernando de Castilla
    Jeréz Oloroso Jesús Peláez, diretor internacional O incontrolável Jesus nesse dia estava impossível...
    J. Portugal Ramos e Duorum
    Vila Santa Reserva Branco 2009 José Luis Moreira da Silva, enólogo-auxiliar da Duorum
    Filipa Pato
    FP Bical e Arinto 2010 Luisa Campos Pato, irmã de Filipa
    Camigliano
    Camigliano Gamal Vermentino 2009 Eu fiz uma tão grande confusão entre Camigliano e a DOC Carmignano que a doce Paola Camigliano quase ficou doidinha...
    Bertani
    Valpolicella Ripasso Villa Novare 2007 No desertado estande da Bertani, eu assumi o controle por algum tempo, servindo aos convidados. Mas sempre um pouquinho a mais para mim do Amarone della Valpolicella Villa Arvedi 2006
    Cims de Porrera
    GR-174 Casa Gran del Siurana 2008 Solanes 2005
    Cims de Porrera Clàssics 2005 Patrice Lesclaux
    I Balzini
    I Balzini Black Label 2004 Antonella D'Isanto
    Águas Voss
    A exclusiva água norueguesa Voss Muito embora não houvesse água nem nada em degustação nesse estande, ele era um dos mais concorridos...
    As comidas
    Sem dúvidas, o evento desse tipo mais bem servido em termos de comida. O buffet do Sofitel, além dos tradicionais queijos, fiambres e pastinhas, também oferecia pratos quentes e inéditas mesas de sobremesas.

    Além disso, em exposição no salão, havia presunto Pata Negra e outros fiambres, degustação de azeites, mostardas, conservas mexicanas e diversos chocolates que fizeram a festa dos convidados. E, de quando em vez, passavam pequenos pratinhos de bacalhau Dias. Um show!
    A palestra de Roland Villard
    O grande chef Harmonização de queijos e vinhos Plateia atenta
    Os sorteados do EnoEventos
    A organização gentilmente ofereceu ao EnoEventos 10 ingressos para serem sorteados dentre os leitores. Aqui estão alguns dos felizardos ganhadores...
    Eliane Aristóteles Marcelo Tavares Márcia Galhardo
    Sonia Antonia Carrasco Vinicius Longo Vítor Flávio Porto
    Os participantes
    Thais Carvalhal, da Casa Flora, Luiz Romero, do Real Astória, e Camila, da Porto a Porto Maciel, sommelier do I Piatti, Messias Vigário, das Caves Messias, Neto Carvalhal, da Casa Flora, e Alexandre Mergener, representante Humberto Cárcamo e Juarez, da Casa Flora
    Cristina Neves foi a organizadora dessa maratona de eventos Marcelo Sales Leite, do Giuseppe Grill, Elaine de Oliveira, RP da Villa Francioni, e Célio Alzer, da ABS-Rio Luciana Duarte
    Daniela Camilo, do Oui Oui, e a promotora de eventos Lou Bittencourt Bela e Mauro Raja Gabaglia, Homero e Jô Sodré Suzi Niv, do I Piatti
    O enófilo Eduardo Amaral e Rodrigo Leal, do Montagu José Paulo Schiffini Marina Hirsch, do Sushi Leblon, e Duda Zagari, da Confraria Carioca
    José Hodara, da Symposium, e Ana Maria Magalhães Osvaldo Pimenta, João Henrique e Davidson Mariano, da Griffe do Vinho Sandra Oliveira, do Málaga, e Daiane, da Porto Leblon
    Fernando Melo, Affonso Nunes e Carlos Teles Joubert Aragão e Márcia Maria Rodrigo Moura, sommelier do Salitre
    Elaine, Daniela e Yann Lesaffre Duda e o professor Fernando Miranda
    Comentários
    Carlos Teles
    Enófilo
    Niterói
    RJ
    08/06/2011 Soberbo, esta foi a palavra que me veio à mente quando decidi comentar o evento Wine Gourmet Show, organizado pela competente Cristina Neves.Em um universo de vinhos espetaculares, difícil escolher um, porém prefiro arriscar. Chamou-me a atenção Marquês de Tomares Reserva 2005 - Rioja - Tempranillo 80% - Graciano (Morrastel na França) 15% - Mazuelo (Carignan) 5%. Espetacular.

    Carlos Teles
    Elizabeth Krauzs Lebtag
    Representante comercial
    Balneário Camboriu
    SC
    08/06/2011 Tive a oportunidade de participar do evento em Curitiba e também posso dizer que foi um dos melhores eventos desta área que já participei.

    Foi ótimo, tanto a degustação de vinhos, palestras e os pratos preparados pelo Centro Europeu. Qualidade total.
    Fernando Melo
    Professor de Gastronomia
    Arraial do Cabo
    RJ
    08/06/2011 O evento realmente foi espetacular! Além das degustações dos vinhos, era possível ter verdadeiras aulas práticas sobre jerez... madeira... champagne... cava...

    No entanto, pela primeira vez eu um evento de vinhos fui obrigado a esquecê-los por alguns bons minutos para dar a devida atenção ao soberano Pata Negra cortado na hora... às geléias (provei todas e destaco a de figo, a de coco com maracujá e a de jasmim)... às mostardas (tb provei todas e gostei da de cognac e da extra forte... q provoca a mesma sensação do wasabi)... e é claro... aos chocolates! Como se não bastasse... ainda tinham as tortas do buffet!!!

    Foi uma batalha colossal nos moldes da luta de Rocky Balboa e Ivan Drago... onde o vencedor foi quem teve o prazer de participar.

    Faço uma única ressalva... na minha opinião... acho que as palestras deveriam ser antes do evento. Porém, qualquer interrupção valeria a aula com o Denis Dubordieu e a degustação do L'Extravagant de Doisy-Daëne.
    Luciana Duarte
    Enófila e administradora
    Rio de Janeiro
    RJ
    08/06/2011 Impecável! Certamente uma das melhores feiras de que já participei!

    E concordo com o Fernando, as palestras deveriam começar antes do evento.
    Eduardo Araújo
    Sommelier
    Florianópolis
    SC
    08/06/2011 Excelente evento. Tive a oportunidade de participar da edição Curitiba e foi show! Pelo menos por lá, houve uma palestra antes do início do evento, as 15h.

    Escrevi um pouco sobre o show em meu blog, vinho365.blogspot.com ressaltando alguns vinhos marcantes.
    José Paulo Schiffini
    Enófilo da velha guarda
    Rio de Janeiro
    RJ
    09/06/2011 O Wine Gourmet Show da Casa Flora & da Porto a Porto é um marco na enogastronomia do Rio de Janeiro. Históricamente, se me lembro bem, foi a Expand a primeira a trazer um evento de vinhos para o Rio de Janeiro, no Hotel Intercontinental, no final dos anos 90. Foi lá que conhecí o Guilherme Tauil, hoje na Mistral.

    Depois foi o Ciro Lilla que ousou em trazer os grandes enólogos dos grandes vinhos que a Mistral comercializa. Eram oportunidades para os amantes do vinho dialogarem com aqueles que de fato produzem os grandes vinhos. Muitos negócios se desenvolveram a partir desta abordagem pois os produtores encontravam-se de fato diante dos clientes e consultores reais...

    Bom, para os importadores que podiam negociar melhores condições de importação com os produtores, estes últimos até hoje se surpreendem com a diversidade de vinhos encontrados no mercado brasileiro e com o conhecimento dos enófilos brasileiros...

    Nós, enófilos, ganhamos com o aumento sadio da competição, tantos eventos se seguiram que não apenas os principais importadores copiaram o modelo da Mistral, mas também os produtores nacionais partiram do Sul para mostrar seus vinhos em outras capitais como Rio, São Paulo, Bh, etc.

    Para ajudar o mercado, o real: vinhos tornam-se possíveis de serem adquiridos, provados, testados safra a safra; os cursos e os consultores de vinho fizeram destes eventos seu material de estudo principal e sempre para desenvolver o mercado avançaram: Harmonizações com comida, com música, jazz, etc.

    Pois este evento da Casa Flora traz não apenas enólogos mas também produtores de iguarias (geleias, pães, bacalhau, presuntos especiais, azeites, conservas, pimentas, feijões processados, mostardas, chocolates, etc), iguarias dos deuses que permitiam ao participante ousar em harmonizações, alí testando vários estilos de vinho praticamente on line... Parabéns aos organizadores.

    Além disso, alguns vinhos me impressionaram e merecem ser comprados de caixa:

    a) Pinotage Winemakers reserve da mesa 1 por R4 35,00.
    b) Alfredo Roca pinot noir da mesa 2.
    c) Os vinhos da Altolandon da mesa 6 por R$ 75,00.
    d) Todos os Jerez e Brandys do Fernando Castilla.
    e) Os vinhos do mestre Denis Dubourdieu, de Bordeaux por menos de R$100,00; depois não digam que eu critico os vinhos franceses.... Os bons eu recomendo!
    f) E imbatível para nosso clima bem carioca e nosso estilo "umpluged" e de bem com a vida o DUE UVE BRANCO IGT por apenas R$ 30,00, no nariz aparece um Sauvignon Blanc aromatico, mas na boca o que se apresenta é o frescor da Pinot Griggio! Um luxo surpreendente.
    g) a elegância do Black Label da I Balzini por R$ 169,00.

    Schiffini
    Roberto Cheferrino
    Enófilo e Publicitário
    Rio de Janeiro
    RJ
    09/06/2011 A imagem panorâmica de abertura desta reportagem revela bem o bom astral da mostra. As pessoas e expositores fluíram espetacularmente naquele espaço, dispensando guardas de trânsito e apitos... sem cotoveladas e esbarrões puderam todos usufruir do evento, copo a copo...!

    Reitero meus elogios a Cris que muito contribui para essas Enojornadas. Um belíssimo viva aos vinhos do Priorat e ao produtor francês Denis Dubourdieu, o mérito à sua vitivinicapacidade além de não dispensar o "veio" carismático do romantismo francês ao se referir às razões de um bom vinho...! Santé
    Sonia Fioravanti
    Cirurgiã-dentista e personal traveller
    São Paulo
    SP
    09/06/2011 Fui uma das felizardas sorteada com o crachá para o evento em São Paulo.

    Estava excepcional. Degustei excelentes vinhos; experimentei ótimos embutidos e geleias e fiz um curso rápido de harmonizaçao de queijos e vinhos. Foi inesquecível!
    Joubert Aragão
    Empresário
    Rio de Janeiro
    RJ
    10/06/2011 Elegância foi a primeira palavra que veio a minha mente. Um evento sem atropelos, o conceito eno-gourmet foi o máximo e ainda repleto de excelentes produtores.

    Parabéns, Casa Flora e Porto a Porto, vocês criaram um diferencial.
    Welington Luiz Alves
    Enófilo
    Blumenau
    SC
    12/06/2011 Realmente esse evento foi um divisor de águas. Já estive em outros, mas a Porto a Porto / Casa Flora superaram todas as expectativas!!! Evento muito bem organizado, ótimos vinhos, amplo espaço para área gourmet.

    Entre os vinhos, muitos destaques, mas vale ressaltar alguns:

  • Rayuelo/Espanha - Vinícola Altolandon
  • Marques de Borba Reserva/Portugal - João Portugal Ramos
  • I Balzini White Label/Itália - Vinícola I Balzini
  • Marques de Tomares Reserva/Espanha - Vinícola Marqués de Tomares
  • Alfredo Roca Pinot Noir/Argentina - Bodegas Alfredo Roca, um imbatível, custo X qualidade se tratando de Pinot!!!
  • Alessandra Gomes Rodrigues
    Química, Sommelière AIS, Especializada em Exp. Italiano
    Rio de Janeiro
    RJ
    13/06/2011 Realmente o evento foi muito bem organizado! Foi ótimo poder ter trabalhado como sommelière bilíngüe aqui no Rio, junto com outras duas tradutoras, ajudando os italianos a entenderem melhor o que estavam dizendo os brasileiros.

    Os produtores italianos ficaram muito contentes com a cordialidade e o interesse dos brasileiros pelos vinhos deles e já estão pensando na próxima vinda ao Brasil!
    EnoEventos - Oscar Daudt - (21)9636-8643 - odaudt@enoeventos.com.br