Matérias relacionadas
Brasil
Copacabana Palace

Vejam essa maravilha de cenário...
Martinho da Vila
Fundado há 24 anos, o buffet Open House é um dos mais importantes do Rio de Janeiro e promotor das mais requintadas festas em nossa cidade. Em seu currículo destacam-se a recepção para 44 chefes de estado e 1.500 convidados durante a Cimeira, em 1999, e um almoço para 144 chefes de estado e 3.000 participantes durante a Rio+20.

Há cerca de 3 anos, a Open House firmou parceria como o Grupo Troisgros que passou a fornecer a gastronomia para seus eventos. Nada mal, não é mesmo?

Seu diretor Roberto Hirth sabe bem a importância do ambiente para o sucesso de um evento e oferece os mais exclusivos endereços a seus clientes, dentre os quais se destacam o Forte da Copacabana, a Ilha Fiscal, o Morro da Urca e o Parque Lage. Portanto, não foi de estranhar quando Roberto convidou um pequeno grupo de amigos para comemorar o final de ano no Bar do Cipriani, no Copacabana Palace, com vista para a irresistível piscina do hotel.

Paixão pelo Brasil
Assim como gosta de oferecer buffets com pratos e ingredientes bem brasileiros, também com os vinhos Roberto privilegia a produção nacional. Há 10 anos, a Open House mantém parceria com a pequena vinícola Cavalleri, do Vale dos Vinhedos, que elabora os vinhos sugeridos para os eventos. São 3 os rótulos: Espumante Brut, Chardonnay e Cabernet Sauvignon, todos estampando a marca Open House nos rótulos.

Infelizmente, Roberto me confidenciou que são os anfitriões estrangeiros aqueles que mais aceitam servir esses vinhos. Os brasileiros ainda, em grande parte, mantém o preconceito e preferem recorrer a vinhos importados.

Nesse nosso encontro, ficou clara a injustificável não aceitação, pois Roberto nos serviu exatamente os vinhos que levam a marca de seu buffet e atestamos sua excelente qualidade.

O Open House Espumante Brut é elaborado pelo método clássico, com 80% de Chardonnay e 20% de Pinot Noir e é, na verdade, um Nature. Fresco, vibrante, com borbulhas incansáveis e delicioso, é para animar qualquer festa.

Mesmo eu sendo um aguerrido defensor da qualidade do vinho nacional, fiquei surpreso com quão maravilhoso era o Open House Chardonnay 2009, vinho com excelente evolução, com uma elegância e profundidade invejáveis. A madeira está bem marcada, mas há muita fruta para aguentar o tranco.

E finalmente o Open House Cabernet Sauvignon 2008 é um exemplar honesto, com aromas de ameixa e de especiarias, com taninos suaves e boa permanência. Conforme bem definiu o sommelier do Cipriani, Ed Arruda, que nos fazia as honras da casa: "Nem parece um vinho para evento; é muito mais do que isso!".

Oscar Daudt
10/12/2013
Os vinhos
Cavalleri Open House Espumante Brut Cavalleri Open House Chardonnay 2009 Cavalleri Open House Cabernet Sauvignon 2008
Os participantes
Roberto Hirth, do Open House Bel Augusta Reinaldo Paes Barreto e Paulo Bertazzi
Lou Bittencourt Paulo Nicolay Roberto e Vanda Klabin
Lionel Visconti, do Open House A confraternização
(foto: Lionel Visconti)
Comentários
Sem comentários até o momento    
EnoEventos - Oscar Daudt - (21)99636-8643 - odaudt@enoeventos.com.br