Matérias relacionadas
Restaurantes

Da terra das trufas
Angelo Barzelloni é um italiano de Alba que vive há 3 anos aqui no Rio de Janeiro, casado com um brasileira. Apaixonado pela gastronomia - como todo bom piemontês - há cerca de 6 meses abriu um restaurante na Conde de Irajá, a mais badalada rua de Botafogo, onde a cada mês parece pipocar uma nova casa.

Para tomar conta das panelas, Angelo convidou seu encaracolado conterrâneo Giuseppe Dalmazzo, que por muito tempo foi chefe de um restaurante no Piemonte. E assim nasceu o Il Borgo del Conte.

A convite de Angelo estive esta semana visitando a casa e fiquei entusiasmado com o que vi - e o que comi... A decoração é despojada, com mesas de madeira sem toalha e paredes de tijolos aparentes, mas de muito bom gosto e extremamente eficaz: a impressão que se tem é de estar entrando em uma típica trattoria italiana (mas sem os presuntos, é claro!).

As opções do cardápio são poucas e boas, com foco nas especialidades italianas e, em particular, piemontesas. E a casa nos preparou uma sequência de degustação com os mais destacados itens. Harmonizando com a decoração, os pratos são apresentados com simplicidade, sem firulas, mas com um requinte de elaboração espetacular. Tudo era muito bem feito, delicioso e com texturas tentadoras.

Por favor, não deixem de pedir como entrada o Flan di Verdure (R$32), um aveludado pudim de abobrinhas que vem acompanhado de creme de parmezão e geleia de peras. Tivemos também uma degustação de dois nhoques - um de Gorgonzola (R$37) e outro de espinafre com queijo Tallegio (R$46) - e ambos, mais uma vez, se desmanchavam prazerosamente na boca. Uma delícia, ou melhor, duas delícias!

Mas o forte da casa, pelo menos agora durante o inverno, é Risotto Mantecato al Fondo Bruno (R$53). Esse tal de Fondo Bruno é um complexo molho de aipo, cenoura, cebola, vinho tinto e Marsala, onde ossos de boi são fervidos durante 6 pacientes horas, para se converter em um espesso caldo celestial. O risotto cremoso em si é uma obra de arte, elaborado com arroz Acquarello, uma especialidade tradicional piemontesa, em que os grãos são envelhecidos com sua casca durante 12 meses. Mas - ATENÇÃO! - essa iguaria só é servida às terças e quartas. Angelo bem que tentou me explicar a razão, mas não dá para compreender o porquê de o melhor prato do restaurante não poder ser experimentado nos outros dias.

Vinhos italianos
A carta de vinhos é enxuta e, praticamente, oferece apenas rótulos italianos, como seria de se esperar. A organização dos vinhos é insólita, com divisão em função dos preços: Dia-a-dia (bem baratos), Democráticos (bom preço), Ocasiões especiais (mais caros) e Dói-no-bolso (os rótulos mais inatingíveis). Um Aglianico a 83 reais foi o que mais me chamou a atenção na seção dos Democráticos.

No entanto, como eu era convidado, a escolha dos vinhos foi feita pela casa e um tanto - digamos - surpreendente. Foram 2 Dolcettos di Dogliani DOCG, do mesmo produtor, o Poderi Luigi Eunaldi, e com preços muito aproximados. O primeiro, da safra 2011, custa R$103 e o segundo, de um único vinhedo, o Vigna Tecc 2009, custa R$114. As semelhanças, no entanto, terminam por aí. Na taça, o segundo vinho se revelou um campeão: com aromas de chocolate, concentrado, carnudo, enérgico e com um longo final. Tudo aquilo que eu nunca pensei que um Dolcetto pudesse ser.

Oscar Daudt
Fotos: Lilian Seldin
26/06/2014


Serviço:
Il Borgo del Conte
Rua Conde de Irajá, 201
Botafogo
Tel: (21)3502-2991
Horário
Terça a sexta, das 19h30m às 23h
Sábado, das 19h30m à meia-noite
Domingo, das 12h30m às 18h
O jantar
Couvert Flan di Verdure, com creme de Parmigiano 18 meses e geleia de pera (R$32) Carne Cruda Battuta al Coltello (R$35)
Degustação de nhoques: di Spinaci alla Bava di Taleggio (R$46) e al Gorgonzola (R$37) Risotto Mantecato al Fondo Bruno (R$53) O risotto é preparado com o especialíssimo arroz Acquarello, envelhecido 12 meses com as cascas
Coniglio Disossato (R$58) Bonet, pudim de chocolate e Amaretto (R$29) Tiramisù (R$30)
Os vinhos
Poderi Luigi Eunaldi Dolcetto di Dogliani 2011 Poderi Luigi Eunaldi Dolcetto di Dogliani Vigna Tecc 2009
Os personagens
Angelo Barzelloni, o proprietário, e o chefe Giuseppe Dalmazzo
O cardápio
A carta de vinho
Os mais baratos Os mais caros Os especiais

Comentários
Cesar Francischetti
(via Facebook)
Rio de Janeiro
RJ
26/06/2014 Realmente os pratos são muito saborosos e o Ângelo é uma simpatia!
Julio Berruezo
Enófilo
Rio de Janeiro
RJ
30/06/2014 Sou suspeito. Frequento o restaurante desde a sua inauguração e conheço todos os pratos. Mas o Nhoque di Spinaci alla Bava di Taleggio e Risotto Mantecato al Fondo Bruno são os meus favoritos, com o Flan di Verdure na entrada.

E como já foi dito aqui, o Angelo é uma pessoa especial.
Antonio Carlos Ferreira Lopes
Administrador
Rio de Janeiro
RJ
30/06/2014 Oscar,

Recomendei ao meu genro e filha seguido sua indicação. Eles foram e ficaram encantados com a casa e com a comida.

Valeu a dica.
Anselmo Federico
Engenheiro e enófilo ABS
Rio de Janeiro
RJ
01/07/2014 Gd Oscar,

Logo após a inauguração, visitei a casa com alguns amigos e adorei as comidas e a carta dos vinhos, que embora enxuta é muito bem definida. Não conheci o Risotto Mantecato al Fondo Bruno, uma boa razão para retornar.

Abraços
Roberto Rodrigues
ABS
Rio de Janeiro
RJ
03/07/2014 Oscar,

Permite levar vinho? Quanto é a rolha?

RR

PS: não acho natural só ter vinho italiano, deveria ter alguns nacionais. Isso é colonialismo...

Roberto, esqueci de me informar sobre isso. Mas vou buscar a resposta e informo aqui mesmo. Abraços, Oscar
Angelo Barzelloni
Il Borgo del Conte
Rio de Janeiro
RJ
03/07/2014 Bom dia Oscar,

À respeito da taxa de rolha, queria te informar que é de 35 reais, mas se a mesa comprar uma garrafa, a taxa não será cobrada.

Abraços, Angelo
Marcio Luis de Oliveira Marques
Advogado
Niterói
RJ
06/07/2014 Obrigado pela dica, Oscar. Anotada e será seguida.

Muito curioso realmente a divisão da carta... kkk... Boa ideia.. O comentário do "Dói no bolso" foi ótimo: "prepare o cartão"... rs
EnoEventos - Oscar Daudt - (21)99636-8643 - odaudt@enoeventos.com.br