Matérias relacionadas
Restaurantes

Gastronomia de ouro
Você sabe o que quer dizer Seidô? É japonês para bronze. No entanto, se o novo restaurante do Jardim Botânico foi assim batizado em uma velada homenagem a nosso televisivo chefe Felipe, eu não saberia dizer. O que eu posso afirmar é que Ouro - em japonês, é claro - seria um nome bem mais à altura da experiência que tivemos por lá.

Da nova leva de restaurantes que abriram as portas no Rio de Janeiro, nesses meses que precederam a Copa, o Seidô é o mais espetacular. E olha que a concorrência é de peso...

Comandada por Nao Hara, a nova casa japonesa, que se instalou onde antes era o Caroline Café, ganhou uma repaginada completa e hoje se apresenta com uma decoração belíssima, moderna e sofisticada, que já ganha o cliente em sua chegada.

São dois andares e ambos oferecem varandas, pedida que, para essas noites agradáveis de inverno, é imbatível. Nós ficamos na varanda superior e a vista para o Corcovado e o Cristo, iluminado em verde-e-amarelo, é de entusiasmar.

Esqueminhas espertos
Os restaurantes orientais do Rio de Janeiro têm o costume de não oferecer couvert, deixando os comensais com a fome apertando enquanto não chega o primeiro prato. Em boa hora, o Seidô quebra essa tradição e oferece, sim, um couvert. E que belíssimo couvert! Criativo, gostoso e bem apresentado, são quatro bocados gastronômicos oferecidos a um honestíssimo preço de 10 reais. Não dá para perder esse delicioso começo.

A casa oferece opções à la carte, mas nós nem perdemos tempo examinando essas páginas e nos concentramos nos Esqueminhas, tradicional alternativa do chefe Nao Hara em seus restaurantes. São pequenos pratos - mas nem tão pequenos assim - que permitem montar um menu-degustação para conhecer mais facilmente as criações da cozinha. Eles podem ser comandados por unidade, a R$38,50 cada, ou em um pacote de 4 ao preço de R$150. Esse último foi a nossa escolha.

Preferimos levar o nosso próprio vinho, um excepcional Didier Dagueneau Buisson Renard 2005 que, apesar de seus 9 anos, estava em seu apogeu, com vibrante acidez e uma elegância de tirar o chapéu. A taxa de rolha custou 50 reais.

Oscar Daudt
13/06/2014


Serviço:
Seidô
Rua JJ Seabra, 10
Jardim Botânico
Rio de Janeiro
Tel: (21)2530-0675 / (21)2530-0780
Horário
  • segunda a sexta: 19 a 1h
  • sábados: 12 a 1h
  • domingos: 12 à 0h
  • O jantar
    Couvert Salmão em crosta de wasabi com musseline de batata baroa defumada e azeite de trufas Espeto de sushi de atum com foie gras e sorvete de shoyu e mel
    Camarão grelhado com tartare de pupunha com ervas e massago Tempurá de vieira no coco, com terrine de laranja e ganache de misso Bacalhau em crosta de parmeggiano com ragu de cogumelos orientais
    Bacalhau confitado no teriyake com caviar de beringela e chips de alho Magret de canard com risotto, sushi de foie gras Enguia defumada com purê de maçã verde e chutney de beterraba
    Sobremesa Para alinhavar tudo, um Didier Dagueneau Buisson Renard 2005, levado por nós.
    O restaurante
    A fachada Detalhe da bela decoração Da varanda superior, vê-se o Cristo ao longe

    Comentários
    Eduardo Amaral
    Enófilo
    Rio de Janeiro
    RJ
    14/07/2014 Parece que o grande chef volta com muito vigor. Que esquema!

    Abs
    EnoEventos - Oscar Daudt - (21)99636-8643 - odaudt@enoeventos.com.br