Matérias relacionadas
Argentina

Uvas de precisão
Em 2005, Euclides Penedo Borges, ex-presidente da ABS-Rio, juntamente com 4 amigos, decidiu por em prática seus vastos conhecimentos e começar a produzir vinhos com sua própria marca, Penedo Borges. A região escolhida foi Mendoza, na Argentina e o grupo foi para lá garimpar o lugar ideal para instalar a vinícola, escolhendo uma área em Luján de Cuyo situada a mais de 1.000m de altitude. E hoje temos a bem conhecida Otaviano Bodega y Viñedos.

De Euclides não se poderia esperar nada menos do que o extremo cuidado no cultivo das uvas e a bodega contratou uma empresa chilena especializada em mapear o solo, para determinar as condições de cada uma das micro-parcelas e, com isso, praticar uma agricultura de precisão.

Atualmente, os vinhedos cobrem uma extensão de 48 hectares, cuja casta principal, como era de se esperar, é a Malbec, que ocupa 24 hectares. As outras castas em que a empresa aposta são a Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Syrah, Chardonnay e Sauvignon Blanc. Fiquei surpreso em não encontrar na relação a Torrontés, estrela branca da Argentina, mas Euclides didaticamente me explicou que essa casta apresenta melhores resultados nas províncias mais ao norte, como San Juan e Salta, e que sua opção foi por descartá-la, pelo menos no momento.

10º aniversário
O tempo passa voando e lá se foram 10 anos desde a inauguração. A data foi marcada por uma série de eventos, realizados em São Paulo e no Rio de Janeiro, para comemorar o sucesso da marca aqui no Brasil. E para marcar a importância da efeméride, Euclides trouxe ao Brasil o chefe Jesus Cahiza que responde não só pela cozinha do complexo enoturístico da Otaviano, como também por muitos restaurantes de Mendoza. Jesus deu um show de gastronomia andina para harmonizar com perfeição com os vinhos apresentados. Foi uma noite de primeira!

Com orgulho, Euclides contou que objetivo do grupo sempre foi o de produzir vinhos argentinos para o mercado brasileiro. O que ele não contava, no entanto, era com o sucesso que a marca obteve em seu país de origem e atualmente, 55% da produção de 130 mil garrafas anuais é consumida na própria Argentina.

Para nosso país, chegam 40.000 garrafas por ano, divididas em 11 rótulos de 4 linhas: a Classica, a Reserva, a Gran Reserva e o vinho Icono. Chamou-me a atenção, durante o jantar, o Penedo Borges Reserva Chardonnay 2013, um vinho delicioso, do qual apenas 40% estagiam em carvalho francês, o suficiente para emprestar uma complexidade ao conjunto, preservando o foco na pureza da fruta.

Mas é claro que o grande destaque do jantar foi o Penedo Borges Icono 2012, um 100% Malbec, um vinho quase mastigável, de grande complexidade e estrutura, apoiados em uma textura aveludada. Seus 18 meses de repouso em uma mistura de carvalho francês e americano de primeiro uso são cientificamente integrados. Como se diz lá no sul, um baita vinho!

Oscar Daudt
08/06/2015


Serviço:
Importadora ASA Gourmet
www.anasantosalimentos.com.br
Telefone: (21)2523-1910
Os vinhos
Espumante Penedo Borges Brut Chardonnay Penedo Borges Reserva Chardonnay 2013
Penedo Borges Reserva Malbec Shiraz 2012 Penedo Borges Icono Malbec 2012
Os personagens
Euclides Penedo Borges, sócio da vinícola Jorge Cahiza, gerente geral da vinícola Jesus Cahiza, chefe do restaurante enoturístico
O jantar harmonizado
Cazuela de Humita Provoleta rellena con tomate y panceta ahumada Colita de cuadril rellena
Comentários
EnoEventos - Oscar Daudt - (21)99636-8643 - odaudt@enoeventos.com.br